Frases e Pensamentos

Gibran,Frases de Gibran,Kahil Gibran,Frases de Kalil Gibran,Frases de Khalil Gibran,Kahlil Gibran Frases,Kallil Gibran,Kahlil Gibran,,Gibran Kallil,Gibran Kahlil Gibran,Gibran Kalil Gibran,Mensagem,Frases,Pensamentos

FRASES DE KAHLIL GIBRAN

Veja também Poemas de Kahlil Gibran

Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir.
( Frases e Pensamentos deKAHLIL GIBRAN)

...Ide para os vossos campos e jardins e aprendereis que o prazer da abelha consiste em retirar o mel da flor.Mas também a flor tem prazer em dar o seu mel à abelha.Pois para a abelha a flor é uma fonte de vida. E para a flor a abelha é mensageira de amor.E, para ambas, abelha e flor, o dar e o receber de prazer é uma necessidade e um êxtase.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Uma vida sem amor é como árvores sem flores e sem frutos. E um amor sem beleza é como flores sem perfume. Vida,amor,beleza: eis a minha trindade.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

A música é a linguagem dos espíritos.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

A neve e as tempestades matam as flores, mas nada podem contra as sementes.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

A sabedoria é a única riqueza que os tiranos não podem expropriar.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

A simplicidade é o último degrau da sabedoria.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Alguns ouvem com as orelhas,outros com o estômago, outros ainda com o bolso e há aqueles que não ouvem absolutamente nada.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Aquele que nunca viu a tristeza, nunca reconhecerá a alegria.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Brincando agora de esconder, se te escondesses no meu coração,não seria difícil encontrar-te. Mas se te escondesses dentro de tua própria casca,então seria inútil procurar por ti.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, mas quando parte, nunca vai só nem nos deixa a sós. Leva um pouco de nós, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito, mas há os que não levam nada.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Dizeis: darei só aos que precisam. Mas os vossos pomares não dizem assim; dão para continuar a viver, pois reter é perecer.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Mãe: a palavra mais bela pronunciada pelo ser humano.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Nenhum homem poderá revelar-vos nada senão o que já está meio adormecido na aurora do vosso entendimento.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

No amor, fiquem juntos, mas nao tao juntos, pois os pilares do templo ficam bastantes afastados e o carvalho e o cipreste nao crescem um na sombra do outro.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Numa só semente de trigo há mais vida do que num montão de feno.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

O amigo é a resposta aos teus desejos. Mas não o procures para matar o tempo! Procura-o sempre para as horas vivas. Porque ele deve preencher a tua necessidade, mas não o teu vazio.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Para entender o coração e a mente de uma pessoa,não olhe para o que ela já conseguiu,mas para o que ela aspira.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Pode contar seus segredos ao vento, mas depois, não vá culpá-lo por contar tudo às árvores.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Pois as distâncias não existem para a recordação; e somente o esquecimento é um abismo que nem a voz nem o olho podem atravessar.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Quando a vida não encontra um cantor para cantar seu coração, produz um filósofo para falar de sua mente.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Quando você levantar o braço para bater em seu filho, ainda com o braço no ar, pense se não seria mais educativo se você descesse esse braço de forma a acariciá-lo, em vez de machucá-lo.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Quem não sabe aceitar as pequenas falhas das mulheres não aproveitará suas grandes virtudes.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Somos todos prisioneiros, mas alguns de nós estão em celas com janelas,e outros sem.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Tartarugas conhecem as estradas melhor do que os coelhos.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Trabalho é amor tornado visível.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Um livro é como uma janela. Quem não o lê, é como alguém que ficou distante da janela e só pode ver uma pequena parte da paisagem.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

Vossos filhos não são vossos filhos. São os filhos e as filhas da ânsia da
vida por si mesma. Vêm através de vós, mas não de vós. E embora vivam convosco,
não vos pertencem. Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,
porque eles têm seus próprios pensamentos. Podeis
abrigar seus corpos, mas não suas almas; Pois suas almas moram na mansão do
amanhã, que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho. Podeis esforçar-vos por
ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós, porque a vida não anda para
trás e não se demora com os dias passados. Vós sois os arcos dos quais vossos
filhos são arremessados como flechas vivas. O arqueiro mira o alvo na senda do
infinito e vos estica com toda a sua força para que suas flechas se projetem,
rápidas e para longe. Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa
alegria: Pois assim como ele ama a flecha que voa, Ama também o arco que
permanece estável.
( Frases e Pensamentos de KAHLIL GIBRAN)

POESIAS DE KAHLIL GIBRAN

Divina Música! (KAHLIL GIBRAN)

Filha da Alma e do Amor.
Cálice da amargura
e do Amor.
Sonho do coração humano,
fruto da tristeza.
Flor da alegria, fragrância
e desabrochar dos sentimentos.
Linguagem dos amantes,
confidenciadora de segredos.
Mãe das lágrimas do amor oculto.
Inspiradora de poetas, de compositores
e dos grandes realizadores.
Unidade de pensamento dentro dos fragmentos
das palavras.
Criadora do amor que se origina da beleza.
Vinho do coração
que exulta num mundo de sonhos.
Encorajadora dos guerreiros,
fortalecedora das almas.
Oceano de perdão e mar de ternura.
Ó música.
Em tuas profundezas
depositamos nossos corações e almas.
Tu nos ensinaste a ver com os ouvidos
e a ouvir com os corações. 

Amai-vos...(KAHLIL GIBRAN)

Amai-vos um ao outro, 
mas não façais do amor um grilhão.

Que haja, antes, um mar ondulante 
entre as praias de vossa alma.

Enchei a taça um do outro, 
mas não bebais da mesma taça.

Dai do vosso pão um ao outro, 
mas não comais do mesmo pedaço.

Cantai e dançai juntos, 
e sede alegres,

mas deixai 
cada um de vós estar sozinho.

Assim como as cordas da lira
são separadas e,
no entanto,
vibram na mesma harmonia.

Dai vosso coração, 
mas não o confieis à guarda um do outro.

Pois somente a mão da Vida 
pode conter vosso coração.

E vivei juntos, 
mas não vos aconchegueis demasiadamente.

Pois as colunas do templo 
erguem-se separadamente.

E o carvalho e o cipreste 
não crescem à sombra um do outro.

O Amor (KAHLIL GIBRAN)

- Quando o amor vos fizer sinal, segui-o;
ainda que os seus caminhos sejam duros e difíceis.
E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos;
ainda que a espada escondida na sua plumagem
vos possa ferir.

E quando vos falar, acreditai nele;
apesar de a sua voz
poder quebrar os vossos sonhos
como o vento norte ao sacudir os jardins.

Porque assim como o vosso amor
vos engrandece, também deve crucificar-vos
E assim como se eleva à vossa altura
e acaricia os ramos mais frágeis
que tremem ao sol,
também penetrará até às raízes
sacudindo o seu apego à terra.

Como braçadas de trigo vos leva.
Malha-vos até ficardes nus.
Passa-vos pelo crivo
para vos livrar do joio.
Mói-vos até à brancura.
Amassa-vos até ficardes maleáveis.

Então entrega-vos ao seu fogo,
para poderdes ser
o pão sagrado no festim de Deus.

Tudo isto vos fará o amor,
para poderdes conhecer os segredos
do vosso coração,
e por este conhecimento vos tornardes
o coração da Vida.

Mas, se no vosso medo,
buscais apenas a paz do amor,
o prazer do amor,
então mais vale cobrir a nudez
e sair do campo do amor,
a caminho do mundo sem estações,
onde podereis rir,
mas nunca todos os vossos risos,
e chorar,
mas nunca todas as vossas lágrimas.

O amor só dá de si mesmo,
e só recebe de si mesmo.

O amor não possui
nem quer ser possuído.

Porque o amor basta ao amor.

E não penseis
que podeis guiar o curso do amor;
porque o amor, se vos escolher,
marcará ele o vosso curso.

O amor não tem outro desejo
senão consumar-se.

Mas se amarem e tiverem desejos,
deverão se estes:
Fundir-se e ser um regato corrente
a cantar a sua melodia à noite.

Conhecer a dor da excessiva ternura.
Ser ferido pela própria inteligência do amor,
e sangrar de bom grado e alegremente.

Acordar de manhã com o coração cheio
e agradecer outro dia de amor.

Descansar ao meio dia
e meditar no êxtase do amor.

Voltar a casa ao crepúsculo
e adormecer tendo no coração
uma prece pelo bem amado,
e na boca, um canto de louvor.

Ainda ontem pensava que não era (KAHLIL GIBRAN)

Ainda ontem pensava que não era 
mais do que um fragmento trémulo sem ritmo 
na esfera da vida. 
Hoje sei que sou eu a esfera, 
e a vida inteira em fragmentos rítmicos move-se em mim. 

Eles dizem-me no seu despertar: 
" Tu e o mundo em que vives não passais de um grão de areia 
sobre a margem infinita 
de um mar infinito." 

E no meu sonho eu respondo-lhes: 

"Eu sou o mar infinito, 
e todos os mundos não passam de grãos de areia 
sobre a minha margem." 

Só uma vez fiquei mudo. 
Foi quando um homem me perguntou: 
"Quem és tu?" 

Os Filhos - (Do Livro "O Profeta") (KAHLIL GIBRAN)

Uma mulher que carregava o filho nos braços disse: "Fala-nos dos filhos." 
E ele falou: 
            
Vossos filhos não são vossos filhos.            
São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.            
Vêm através de vós, mas não de vós.            
E embora vivam convosco, não vos pertencem.            
Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,            
Porque eles têm seus próprios pensamentos.            
Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;            
Pois suas almas moram na mansão do amanhã,            
Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.            
Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,            
Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.            
Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.            
O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força           
Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.            
Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:            
Pois assim como ele ama a flecha que voa,            
Ama também o arco que permanece estável.

A Tempestade (KAHLIL GIBRAN)

O pássaro e o homem tem essências diferentes. 
O homem vive à sombra de leis e tradições por ele inventadas; 
o pássaro vive segundo a lei universal que faz girar os mundos. 
Acreditar é uma coisa; viver conforme o que se acredita é outra. 
Muitos falam como o mar, mas vivem como os pântanos. 
Muitos levantam a cabeça acima dos montes; 
mas sua alma jaz nas trevas das cavernas. 
A civilização é uma arvore idosa e carcomida, 
cujas flores são a cobiça e o engano e cujas frutas 
são a infelicidade e o desassossego. 
Deus criou os corpos para serem os templos das almas. 
Devemos cuidar desses templos para que sejam 
dignos da divindade que neles mora. 
Procurei a solidão para fugir dos homens, de suas leis, 
de suas tradições e de seu barulho. 
Os endinheirados pensam que o sol e a lua e as estrelas se levantam 
dos seus cofres e se deitam nos seus bolsos. 
Os políticos enchem os olhos dos povos com poeira 
dourada e seus ouvidos com falsas promessas. 
Os sacerdotes aconselham os outros, 
mas não aconselham a si mesmos, 
e exigem dos outros o que não exigem de si mesmos. 
Vã é a civilização. E tudo o que está nela é vão. 
As descobertas e invenções nada são senão brinquedos 
com a mente se diverte no seu tédio. 
Cortar as distâncias, nivelar as montanhas, 
vencer os mares, tudo isso não passa de 
aparências enganadoras, que não alimentam o 
coração e nem elevam a alma. 
Quanto a esses quebra-cabeças, chamados ciências e artes, 
nada são senão cadeias douradas com os quais o homem 
se acorrenta, deslumbrados com seu brilho e tilintar. 
São os fios da tela que o homem tece desde o inicio 
do tempo sem saber que, quando terminar sua obra, 
terá construído a prisão dentro da qual ficará preso. 
Uma coisa só merece nosso amor e nossa dedicação, uma coisa só... 
É o despertar de algo no fundo dos fundos da alma. 
Quem o sente não o pode expressar em palavras. 
E quem não o sente, não poderá nunca conhecê-lo através de palavras. 
Faço votos para que aprendas a amar as tempestades em vez de fugir delas. 

A Abelha e a Flor(KAHLIL GIBRAN)

Ide pois aos vossos campos e pomares, 
e lá aprendereis que o prazer da abelha 
é de sugar o mel da flor, 
mas que o prazer da flor é de entregar o mel à abelha. 
Pois, para a abelha, 
uma flor é uma fonte de vida. 
E para a flor 
uma abelha é mensageira do amor. 

E para ambas, a abelha e a flor, 
dar e receber o prazer 
é uma necessidade e um êxtase

A vinda do navio(KAHLIL GIBRAN)

Como poderei ir-me em paz e sem pena ?
Não, não será sem um ferimento na alma que deixarei esta cidade.
Longos foram os dias de amargura que passei dentro de suas muralhas, e longas as
noites de solidão; e quem pode despedir-se sem tristeza de sua amargura e de sua
solidão ?
Muitos foram os pedaços de minha alma que espalhei nestas ruas, e muitos são os
filhos de minha ansiedade que caminham, desnudos, entre estas colinas, e não
posso abandoná-los sem me sentir oprimido e entristecido.
Não é uma simples vestimenta que dispo hoje, mas a própria epiderme que  arranco
com minhas mãos.
Nem é um mero pensamento que deixo atrás de mim, mas um coração enternecido pela
fome e pela sede.
Contudo, não posso demorar-me por mais tempo.
O mar, que chama a si todas as coisas, está me chamando, e devo embarcar.
Pois permanecer aqui, enquanto as horas queimam-se na noite, seria congelar-me e
cristalizar-me num molde.
De bom grado levaria comigo tudo o que está aqui.
Mas como fazê-lo ? A voz não leva consigo a língua e os lábios que lhe deram 
asas.
É isolada que deve procurar o éter.
É também só e sem ninho que a águia voará rumo ao Sol.

Entre as Colinas (KAHLIL GIBRAN)

Entre as colinas, quando vos sentardes à sombra fresca dos álamos brancos,
partilhando da paz e da serenidade dos campos e dos prados distantes, então que
vosso coração diga em silêncio: "Deus repousa na Razão". E quando bramir a
tempestade, e o vento poderoso sacudir a floresta, e o trovão e o relâmpago
proclamarem a majestade do céu, então que vosso coração diga com temor e
respeito: "Deus age na Paixão". E já que sois um sopro na esfera de Deus e uma
folha na floresta de Deus, também devereis descansar na razão e agir na
paixão.

Sobre a conversação (KAHLIL GIBRAN)

...Então, um literato disse: - "Fala-nos da conversação".
E ele respondeu:
- "Vós conversais quando deixais de estar em paz com vossos  pensamentos. E
quando não podeis mais viver na solidão de vosso coração, procurais viver nos
vossos lábios, e encontrais então uma diversão e um  passatempo nas vibrações
emitidas. Em grande parte de vossas conversações, o  pensamento é meio
assassinado. Pois, o pensamento é uma ave do espaço que,  numa gaiola de
palavras, pode abrir as asas, mas não pode voar.

Há entre vós, aqueles que procuram os faladores por medo da solidão. A quietude
da solidão revela-lhes seu eu-desnudo, e eles preferem escapar-lhe.
E há aqueles que falam e, sem o saber ou prever, traem uma verdade que eles 
próprios não compreendem. E há aqueles que possuem a verdade dentro de si, mas
não a expressam em palavras. No íntimo de tais pessoas, o espírito
habita num silêncio rítmico.

Quando encontrardes vosso amigo na rua ou no mercado público, deixai que o
espírito que esta em vós ponha em movimento vossos lábios e dirija vossa língua.
E que a voz escondida na vossa voz fale ao ouvido de seu ouvido;  pois sua alma
guardara a verdade de vosso coração, como é lembrado o sabor do vinho. Mesmo
depois que a sua cor houver sido esquecida, e a taça que o
continha não mais existir.

Desejos do Amor (KAHLIL GIBRAN)

O amor não tem outro desejo senão o de atingir a sua plenitude.
Se, contudo, amar é precisar ter desejos, sejam estes os vossos desejos:
de se diluir no amor e ser como um riacho que canta sua melodia para a noite...
de conhecer a dor de sentir ternura demasiada...
de ficar ferido por vossa própria compreensão do amor ...
de sangrar de boa vontade e com alegria...
de acordar na aurora com o coração alado e agradecer por um novo dia de amor...
de descansar ao meio-dia e meditar sobre o êxtase do amor...
de voltar para casa a noite com gratidão ...
e de adormecer com uma prece no coração para o bem-amado, e nos lábios uma
canção de bem aventurança ...

O Amigo! (KAHLIL GIBRAN)

E um adolescente disse: "Fala-nos
da Amizade." E ele respondeu, dizendo: "Vosso amigo, é a satisfação de vossas
necessidades.

Ele é o campo que semeias com carinho e ceifais com agradecimento. É vossa mesa
e vossa lareira.
Pois ides a ele com vossa fome e o procurais em busca da paz.

Quando vosso amigo manifesta seu pensamento, não temeis o "não" de vossa própria
opinião, nem prendeis o sim.

E quando ele se cala, vosso coração continua a ouvir o seu coração.

Porque na amizade, todos os desejos, ideais, esperanças, nascem e são
partilhados sem palavras, numa alegria silenciosa.

Quando vos separeis de vosso amigo, não vos aflijais.
Pois o que vós ameis nele pode tornar-se mais claro na sua ausência, como para o
alpinista a montanha aparece mais clara, vista da planície.

E que não haja outra finalidade na amizade a não ser o amadurecimento do
espírito.
Pois o amor que procura outra coisa a não ser a revelação de seu próprio misté
rio não é o amor, mas uma rede armada, e somente o inaproveitável é nela
apanhado.

E que o melhor de vós próprio seja para o vosso amigo.
Se ele deve conhecer o fluxo de vossa maré, que conheça também o seu fluxo.
Pois, que achais seja vosso amigo para que o procureis somente fim de matar o
tempo? Procurai-o sempre com horas para viver.
Pois o papel do amigo é o de encher vossa necessidade, e não vosso vazio.

E na doçura da amizade, que haja risos e o partilhar dos prazeres.
Pois no orvalho de pequenas coisas, o coração encontra sua manhã e se sente
refrescado.

Sobre o conhecimento de si (KAHLIL GIBRAN)

Então, um homem disse-lhe:

Fala-nos do conhecimento de si. E ele respondeu:
Os vossos corações conhecem, no silêncio,
os segredos dos dias e das noites.
Mas os vossos ouvidos têm sede de ouvir finalmente
o eco do saber dos vossos corações.
Gostaríeis de saber pelo verbo
o que sempre soubeste pelo pensamento.
Gostaríeis de sentir com os dedos
o corpo nu dos vossos sonhos.
E está certo que assim o queirais.
A fonte oculta da vossa alma deve necessariamente
jorrar e correr a murmurar para o mar;
e o tesouro das vossas profundezas infinitas
revelar-se aos vossos olhos.
Mas que não haja balança
que pese o vosso tesouro desconhecido;
e não procureis explorar os abismos do vosso saber
com a vara ou com a sonda,
pois o eu é um mar sem limites e sem medida.
Não digais: "Encontrei a verdade",
mas antes: "Encontrei uma verdade."
Não digais: "Encontrei o caminho da alma."
Mas antes: "Cruzei-me com a alma que seguia pelo meu caminho."
Pois a alma percorre todos os caminhos.
A alma não caminha sobre uma linha
nem se alonga como uma vara.
A alma abre-se a si própria
como se abre um lótus de inúmeras pétalas.
BUSQUE AQUI FRASES E PENSAMENTOS DO SEU AUTOR OU TEMA PREFERIDO!!!